$[nome]
Clique para aumentar a imagem

Modelo de Procuração Consentimento para Casamento do filho Menor

Promover, assinar e consentir no ato do casamento do(a) seu(ua) filho(a) - Por estar o(a) mesmo(a) ausente do País, requerendo, alegando e assinando tudo o que se fizer necessário.



Modelo de Declaração e Consentimento de Guarda de Menor

Modelo de Declaração e Consentimento de Guarda de Menor

Pais biológicos declaram estar de acordo com a modificação da guarda do filho conforme descrito - CONFIRA!

Baixar Modelo
Modelo de Procuração para Casamento

Modelo de Procuração para Casamento

Representar perante o Cartório de Registro Civil da jurisdição competente e Igreja, tratar de todos os assuntos relacionados com seu casamento

Baixar Modelo
Modelo de Termo Autorização para menor fazer Tatuagem Tattoo

Modelo de Termo Autorização para menor fazer Tatuagem Tattoo

Pais ou responsável autoriza filho menor de idade a fazer tatuagem conforme descrito, no Studio mencionado no termo - CONFIRA!

Baixar Modelo

Referências Legislativas

Lei 12.010/2009
(D.O. 04/08/2009)
[Vigência em 02/11/2009]. Lei da Adoção.
Art(s).

Jurisprudência Relacionada

Doc. ADM Direito 155.7800.2002.6900

1 - STJ. Direito civil. Recurso especial. Anulação de doação de bens do cônjuge adúltero ao cúmplice. Prazo decadencial de 2 (dois) anos. A legitimidade do herdeiro necessário para vindicar a anulação exsurge apenas no caso do falecimento do cônjuge lesado. Em todo caso, há legitimidade autônoma do herdeiro necessário do cônjuge que procede à doação de bens para vindicar a anulação quanto à parte que exceder a de que o doador, no momento da liberalidade, poderia dispor em testamento (doação inoficiosa). Transmissão de imóvel com utilização de procuração, em que pese a prévia revogação do mandato. Nulidade de pleno direito, que não se submete a prazo decadencial para o seu reconhecimento.

«1. O art. 550 do CCB/2002 estabelece que a doação do cônjuge adúltero ao seu cúmplice pode ser anulada pelo outro cônjuge, ou por seus herdeiros necessários, até 2 (dois) anos depois de dissolvida a sociedade conjugal. Com efeito, a lei prevê prazo decadencial para exercício do direito potestativo para anulação da doação, a contar do término do casamento, isto é, pela morte de um dos cônjuges ou pelo divórcio. 2. Ademais, no tocante ao pleito de anulação da doação do c()

ADM Direito

Tudo o que você precisa em um clique!


Home · Legislação Atualizadas · Modelos de Documentos e Planilhas · Jurisprudência Selecionada